Uma rapidinha no metrô

Oii gostoso!! Estou eu aqui mais uma vez!! Você está preparado para mais um?

Depois de ter passado uma noite inteira vendo desenhos pornô, fiquei com muita vontade de realizar um desejo meu…

Eu tenho vários fetiches sexuais, e um deles, eu posso afirmar que é o maior, é transar em público. Vai, você também não fica deliciado com a adrenalina da possibilidade de ser pego? É, então, eu pegava sempre um ônibus X para ir ao trabalho e, com eu moro em São Paulo e trabalho em uma cidade aqui ao lado, pego trem, metrô, ônibus e essa caralhada toda praticamente todos os dias.

Quem conhece São Paulo sabe que você, na maioria das vezes, vai igual a uma sardinha amassada, mas até os momentos ruins da vida eu consigo aproveitar e tirar algo bom.

Você já sabe do fetiche que eu tenho por alemãezinhos, e nessa história não poderia ser diferente, ele estava lá sempre que eu entrava no ônibus, na mesma posição e com sua roupa social. Não me lembro se já contei a vocês, mas um homem de roupa social me deixa totalmente doidaaaaa.

A todo momento que podia, observava esse alemãozinho de longe, mas não passava de coisas da minha imaginação. Até que, um dia, ele percebeu que eu o olhava bastante e abriu um lindo sorriso pra mim, a partir desse dia nós passamos a trocar olhares mais intensos e sorrisos.

Em um certo dia, entrei no metrô e não consegui encontrar meu alemãozinho, me senti um pouco triste, mas continuei meu caminho e segurei em um dos ferros que ficam dentro do metrô, próxima à ponta. De repente, senti um homem me encoxando, bem atrás de mim, me colocando contra o ferro, e já estava preparada para surtar com esse homem quando virasse, mas me deparei com ele: o alemãozinho.

Não conseguia nem acreditar que aquele gato estava ali, me encoxando, ele era muito cheiroso e eu sentia a rola dele sendo pressionada contra a minha raba enorme. Pouco tempo depois eu já conseguia sentir seu volume, não estava esperando por isso, fui pega totalmente de surpresa, mas obviamente não ia deixar uma oportunidade como essa passar, então rocei o máximo que consegui ali e pensei comigo mesma “amanhã esse homem vai ver”.

No próximo dia, eu não ia para o trabalho, mas fiz questão de pegar o mesmo ônibus, no mesmo horário. Coloquei um roupa que me deixou bem gostosa, um mini vestido colado ao corpo, passei perfume, me maquiei e fui pegar o metrô. Logo que ele me viu entrar, cortou todas as pessoas enquanto vinha na minha direção e ficou atrás de mim, roçando.

Eu sentia a pica dele ficando cada vez mais duro e maior, aquilo estava me deixando doida. Coloquei a pasta dele na lateral do meu corpo para segurá-la e deixei que ele levantasse meu vestido com a mão. Meu alemãozinho começou a acariciar a minha bucetinha, que estava praticamente pingando de tesão, o meu mel escorria pelas minhas pernas.

Eu tive que segurar forte no ferro quando ele enfiou dois dedos em mim e ficou ali, metendo bem gostoso, eu já estava maluca para segurar a rola dele. Até que ele sacou a pica para fora, colocando em meio ao zíper da calça, encontrou uma posição boa e que encaixasse, e encaixou, não na minha buceta molhada, mas no meu cu. Eu não estava nem ligando, só o que eu queria era aquela rola em mim.

Ele encaixou tudo no meu cu e começou a fazer movimentos de vai e vem junto ao andar do metrô, eu já estava completamente louca, minhas pernas repletas de mel, com certeza alguém notou kkkkk, mas eu não estava nem aí, como eu disse, só queria aquela pica dentro de mim.

O alemãozinho me fudeu até gozar, enchendo meu cu de porra no fim. Logo depois ele desceu no seu ponto e nem ao menos nos falamos, não trocamos uma palavrinha, ele só me fudeu, e que foda, meus amigos! Depois dessa vez, nós repetimos em mais algumas ocasiões, principalmente quando o metrô estava bem cheio, mas nunca nos falamos de verdade.

Quem sabe depois eu volto para contar um pouco mais sobre as outras vezes que nos encontramos e ele me comeu gostoso no metrô…

Últimos contos eróticos

Compartilhe esse conto erótico:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Mais contos eróticos